Translate

Pesquisar este blog

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Análise da Mentira pelo movimento dos olhos




A análise da Mentira através do Movimento dos Olhos é Confiável?

Andaram me perguntando esses dias sobre a questão dos movimentos oculares e da programação neurolinguística. Irei definir aqui se ler a mentira por esses indicadores é confiável através do que digo sempre em algumas palestras.

 Os primeiros estudos sobre programação neurolinguística foram feitos por John Grinder e  Richard Bandler na universidade da califórnia, antes a PNL como assim também é chamada, foi sendo desenvolvida para serem aplicadas com fundamentos nas terapias. Mais tarde, o descobrimento e o aperfeiçoamento da técnica através das "dicas rápidas" tornaram- se um alvoroço entre estudantes iniciantes na linguagem corporal.

Os indicativos que foram definidos através dos contatos oculares são que o movimento ocular para cima e à esquerda (todos estão relacionados com o ponto de vista do observador), aciona centros criativos do cérebro, o que pode indicar que a pessoa esteja criando o que esteja dizendo, crendo que seria uma mentira. Movimento para cima e à direita, está relacionado a ativação dos "bancos de dados" internos do cérebro, o que leva a crer que quem realiza está buscando uma lembrança.

Todavia estes indicadores não podem ser interpretados com precisão, cabendo uma série de avaliações para determinar se houve fraude ou não.  Muitos fazem uso das dicas prontas para sair por ai apontando o dedo na cara das pessoas e a chamando de mentirosas, quem faz isto não contribui com o desenvolver correto e do uso da técnica, como acaba se passando por charlatão e até ridículo. O uso da Programação Neurolinguística tem que ter um uso certo não isolando nenhum tipo de movimento ocular. Afinal, não existe um sinal único que define a mentira!


Faça uma pergunta a qualquer pessoa que necessita do exercitar do cérebro. Como por exemplo, "você lembra do que jantou na segunda feira?" Rapidamente verá que os olhos se movimentam para cima. Mas não para direita como diz a dica da PNL, das 50 pessoas que fiz esse teste, apenas 35 fizeram movimento ocular para Direita, muitos enviaram os olhos para esquerda que poderia indicar sinais de mentira, e estavam dizendo a verdade. 

O que leva a crer que deve-se tomar muito cuidado a usar somente uma técnica isolada na avaliação da mentira, sem os devidos indicadores que se prosseguem ou da oscilação da voz, palavras usadas e etc. Além do mais, os canhotos e destros podem ter a PNL de maneira invertida, foi o que estudei em alguns livros e presenciei pessoalmente. A PNL tem seu fundamento verdadeiro, mas com a devida interpretação correta dos sinais.

Muitos especialistas insistem em afirmar que a questão da PNL é "furada" que não serve "para nada", que "não tem base científica" pessoas desse tipo, acredito que querem fazer a diferença, mudando conceitos e preceitos da linguagem corporal para terem busca de atenção. O que estudantes do comportamento não verbal sempre vêem é determinada coisa, e quando encontram algo de "diferente", logo chama atenção. Isto é até ingenuidade da pessoa, em comparar pouco tempo de estudos com renomados cientistas da idade média.

Um conceito confiável para utilização da técnica é observar com atenção, e antes de meter o dedo na cara das pessoas chamando-a de mentirosas estabelecer um ponto crucial que todo perito deve fazer; Traçar o Padrão. Qual é o comportamento dela em determinada situação e etc. Uma maneira simples de utilizar e determinar o padrão através da PNL é fazendo-lhe perguntas.

Um bom exemplo é quando o entrevistado candidato à vaga de emprego se senta na mesa e você ira começar a entrevista. Logo faz perguntas do tipo que faça com que exija a busca de lembranças no arquivo psíquico e que sejam de menor importância para que a busca de informações e o exercício seja feita.

"Você lembra do que jantou na sexta feira?"
"Você saberia me dizer o que vestiu no último final de semana que passou?"

Analise para onde os movimentos oculares buscam uma lembrança, e depois prossiga com perguntas que exijam a criatividade.

"Como você imagina que pode ser se você trabalhar aqui?"
"Como você imagina que serão os carros em 2014 ? Me dê exemplos detalhados."

Faça as observações com cuidado, peça detalhes indague, quando mais a busca de detalhes, mais ela pode fornecer o padrão. Sem detalhes e sem o exercício do cérebro terá pouco sucesso. Lembrando que as pessoas numa entrevista por exemplo podem fazer o gesto bem sutilmente e bem rápido para não tirar o olho do entrevistador ( eles sabem inconscientemente as vezes que a falta de contato visual representa pouca confiança e até desrespeito).

Com esses indicadores utilizados de forma correta e dentro do contexto padrão pode-se fornecer pistas valiosas, abrindo espaço para pesquisas mais avançadas. Interpretar a mentira apenas pelas dicas rápidas é errôneo e até imaturo. São tipos de pessoas que querem apenas se aproveitar da técnica em benefício do que seria uma distorção da real utilização, o que vale também para os especialistas que dizem que a PNL não serve para nada. Tenha em mente que nunca um sinal cognitivo irá denotar mentira. Até Breve.

Bruno Santos da Silva 
Especialista em Linguagem Corporal e Micro Expressões


Um comentário:

  1. Adriano Tavares de Campos21 de setembro de 2014 22:30

    Este site foi alterado não é mais este...

    é wwww.brunosantosdasilva.blogspot.com.br

    conheço esse especialista, fiz um curso de linguagem corporal a distância com ele, e sobre micro expressões também... as palestras e os cursos dele são show de bola.... foram os 300,00 reis melhores investidos... O bom é que agora eu consigo fazer análises e ver mentiras nas pessoas...

    ResponderExcluir