Translate

Pesquisar este blog

domingo, 22 de dezembro de 2013

TENDINITE

TENDINITE 
Irritação ou autocobrança na hora de executar as tarefas. 





A tendinite é uma inflamação dos tendões, que são cordões formados por tecidos altamente resistentes que fixar, um músculo a um osso. A tendinite ocorre geralmente nos membros superiores. Até há pouco tempo era conhecida como lesão por esforço repetitivo (LER). 
Metafisicamente, a tendinite expressa no corpo uma maneira conturbada de executar as atividades. A pessoa quer ser extremamente rápida para concluir seus afazeres. Com isso atropela uma série de outras atividades de menor importância ou rotineiras, mas que são indispensáveis. Dar as costas ao que precisa ser feito, mesmo não sendo urgente, é uma atitude displicente. Isso acumula atividades que vão exercer certa pressão durante o tempo que a pessoa estiver se dedicando a seu principal objetivo. 

Também o ritmo estabelecido para executar as atividades é praticamente impossível de ser cumprido. Quando faz um planejamento, a pessoa não prevê nenhum inconveniente que possa absorver sua atenção, ocasionando eventuais atrasos. Muito da sobrecarga é causado por falta de planejamento, inflexibilidade para administrar os imprevistos e também pela resistência em admitir e integrar-se à realidade dos fatos. A seu tempo, tudo poderá ser realizado sem que a pessoa se estresse demasiadamente. 
A pessoa quer ser eficiente para agradar aos outros e provar a eles que é competente, para assim ser valorizada e respeitada. 
A tendinite afeta as pessoas que são eficientes e realizam suas tarefas com grande precisão, mas não se valorizam nem reconhecem seu potencial. Por isso, buscam obter o respeito e a consideração dos outros por meio de suas obras. Em virtude da 
baixa auto-estima, dão mais importância aos resultados concretos de suas ações do que à satisfação de estarem realizando aquilo que gostam. 

Para algumas pessoas, depender da avaliação dos outros é algo que incentiva o capricho e promove o aprimoramento, pois elas vão procurar fazer o melhor possível. 
Com isso, aperfeiçoam-se, desenvolvendo a arte de fazer bem-feito. No entanto, para aqueles que já são eficientes e bons realizadores, isso interfere negativamente na execução das tarefas. O principal prejuízo, nesse caso, é quanto à própria satisfação na hora de desempenhar as atividades, já que sua obra será sempre boa, como tudo que faz, que costuma ser bem-feito. 
A pessoa afetada pela tendinite parece esquecer-se momentaneamente de que as atividades que desempenha são aquilo que escolheu fazer na vida, portanto deveriam representar uma das principais fontes de satisfação e realização pessoal na vida. 
Deixar de apreciar aquelas tarefas preferidas é um estado decorrente da maneira conturbada com que a pessoa se manifesta na execução de suas funções. Mesmo fazendo o que ela gosta, perde a qualidade de realizar com prazer suas funções. 
Não sabe lidar com prazos para entrega de trabalhos; sente-se pressionada, afetando o desempenho; vive se cobrando e, não raro, pune-se pela ineficiência no trabalho quando não cumpre com o previsto dentro de uma atividade. Quer fazer mais do que é possível em um determinado espaço de tempo, ocasionando muita tensão e estresse no exercício de suas funções. 
A tendinite também poderá ser decorrente da execução de tarefas que a pessoa não suporta, mas precisa realizar. Nesse caso, suas ações passam a ser automáticas, ficando irritada, o que abala a harmonia interior. Não faz o que gosta ou deixa de gostar daquilo que sempre curtiu fazer, transformando em obrigação o que sempre foi motivo de satisfação. 

Aprenda a dar o melhor de si, tanto nas atividades preferidas quanto nas incumbências desagradáveis. Seja qual for a tarefa que você estiver realizando, tudo é uma oportunidade de contribuir para o meio, bem como aperfeiçoar-se na arte de manifestar-se na vida. 
Caso a tensão e o desespero invadam seu "coração" enquanto estiver praticando suas ações, procure não perder confiança na seqüência natural dos fatos. Acredite: a vida possibilita condições para realizar aquilo a que você se propôs fazer para alcançar seus objetivos. 
Busque a cada instante satisfazer-se pelas ações que você estiver praticando, sem precipitar o andamento do processo antecipando os resultados almejados. Tudo que fizer poderá ser bem apreciado, desde que você encontre uma forma agradável de realizar suas incumbências. 

Qualquer ação poderá reverter em benefícios para meio, se for praticada com dedicação. Tudo aquilo que for realizado por você contribui para seu próprio aprimoramento interior. Não se recuse a interagir com a realidade, contribuindo de alguma forma para o bem comum. 


Fonte: Metafísica da Saúde

12 comentários:

  1. Nossa, me vi retratada! Grata pela postagem!

    ResponderExcluir
  2. Vou mudar meus hábitos.

    ResponderExcluir
  3. Interessante eu tenho tendinites e sou isso mesmo que você descreveu!

    Obrigado pelo post

    ResponderExcluir
  4. verdadeiramente mostrou cientificamente oque ocorreu comigo.
    grato pela compreensao.
    namaste

    ResponderExcluir
  5. Bem respondido. Me encaixei em boa parte. E, acredito que devem existir "palavras eficazes para a cura". E é o que estou procurando.

    ResponderExcluir
  6. Adorei! Me vi neste texto! Tudo muito verdadeiro! Estou em uma nova fase de emprego então minha tendinite atacou, e em todos os as pactos li o que realmente sinto! Adorei!

    ResponderExcluir
  7. Adorei! Me vi neste texto! Tudo muito verdadeiro! Estou em uma nova fase de emprego então minha tendinite atacou, e em todos os as pactos li o que realmente sinto! Adorei!

    ResponderExcluir
  8. Minha tendinite do ombro esquerdo, tem sua causas ai mencionadas .
    Nelson 17-02-2017

    ResponderExcluir
  9. Como assim, você disse tudo de mim, sem me conhecer, obrigado, vou e reeducar para com isso melhorar minhas dores, ou até mesmo a minha cura.

    ResponderExcluir