Translate

Pesquisar este blog

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

MAU HÁLITO

DESEJO INCONSCIENTE DE DISTANCIAR AS PESSOAS



O mau hálito é produzido por desarranjos estomacais, dentários e outros.
Ter mal hálito representa uma dificuldade em coordenar as situações da vida que envolvem as pessoas à sua volta. O mau hálito é uma resposta orgânica no sentido de distanciar os outros.
Pela falta de habilidade em coordenar as atividades e baixo desempenho nas funções, a pessoa passa a desejar que todos permaneçam distantes. Como não consegue se impor pela capacidade, utiliza-se de seus mecanismos inconscientes para distanciar os outros. Se analisarmos cada desarranjo orgânico que provoca o mau hálito, vamos encontrar patente a causa aqui apresentada. Por exemplo: na cárie dentária, que está associada à perda de solidez dos princípios e dificuldade de decisões, obviamente veremos que essa situação é proveniente das pessoas à nossa volta. A nossa resposta orgânica com a produção do hálito fétido tem por objetivo nos distanciar delas, uma vez que não conseguimos impor muito bem uma ordem e disciplina, quer seja moral, familiar ou profissional.
Um outro fator que se deve considerar no tocante ao mecanismo emocional desencadeador do mau hálito é que o desejo de distanciamento também pode estar relacionado com o fato de existir algo a esconder dos outros, ou ainda pelo simples fato de se incomodar com as pessoas.


Metafísica da Saúde vol 1



Estomatite


Estomatite é uma inflamação das partes moles da boca, que acaba provocando um hálito fétido e também saliva com sangue, dificulta na hora de comer.

Metafisica: Se sente invadido  e não consegue sustentar seu ponto de vista.
Tem uma exaltação interna, a pessoa se inflama com uma situação por estar despreparada para as novas circunstancias da vida que levaram a frustrações e medos. E geralmente essa pessoa se apega a alguém que demonstrar força e coragem, uma condição que ela não acredita ter.
A saliva com sangue mostra que pessoa está sentindo perdida diante das opiniões dos outros.

Assuma sua força e sua coragem, não se apoie nos outros, acredite em si!

Ingrid Iribarne



Nenhum comentário:

Postar um comentário