Translate

Pesquisar este blog

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

CÃIBRA

Tensão e medo de não dar certo o que está fazendo.



É um espasmo muscular doloroso que na maioria das vezes ocorre nas pernas, mas também pode afetar outras partes do corpo. .A cãibra ocorre subitamente, às vezes até mesmo durante o sono.

No âmbito metafísico, refere-se à maneira agitada e conflituosa de executar as atividades. Em vez de a pessoa deixar fluir livremente seus potenciais, ela contém sua força de ação. Agindo sob tensão e medo, compromete a eficiência e determinação com que executou as tarefas em outras ocasiões de sua vida.

A tensão para fazer algo surge quando a pessoa não acredita que pode ser bemsucedida naquilo que faz. Quer atuar com o máximo de eficiência, ficando em constante alerta para evitar qualquer deslize. Nesse estado, surge também o medo, que é uma condição muito presente nos casos de cãibra.

O medo de não fazer as coisas darem certo torna-se uma espécie de fantasma que atemoriza a pessoa durante a execução de suas tarefas. Ela não está conseguindo desempenhar, harmoniosamente suas funções. Desgasta-se em excesso pelas expectativas depositadas nos resultados de suas ações. Ao mesmo tempo em que esta agindo, fica imaginando a conclusão. A derrota ou os insucessos causariam um
impacto negativo em sua imagem; por causa de sua vaidade, teme esse resultados desastrosos na vida pessoal ou na carreira profissional. Isso dificulta a atuação na realidade e conseqüentemente compromete os resultados, diminuindo as chances de sucesso.

Enquanto as pessoas não recuperarem a confiança em mesmas e se desprenderem das opiniões dos outros, não vão amenizar a tensão nem vencer seus medos.

Para alterar o padrão metafísico da cãibra, reflita: por que você insiste e apega-se às possibilidades negativas, quando pode ficar com as conjecturas favoráveis acerca de uma situação? Obviamente, nenhuma suposição substitui a necessidade de atuar diretamente nas situações; mas, já normalmente se fazem conjecturas, por que não optar aquelas que são promissoras? Elas, além de servir de estímulo, amenizam as tensões e resgatam a confiança, fortalecendo a segurança.

Metafísica da Saúde vol.3





Nenhum comentário:

Postar um comentário