Translate

Pesquisar este blog

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Quiromancia ou Quirologia - APREDENDO VER O FUTURO







Uma vez me perguntaram, qual a diferença entre quiromancia e quirologia, no inicio essa pergunta me pareceu estranha, parecia a célebre pergunta.



Quem veio primeiro o ovo ou a galinha?", mas... Nas referências históricas a quiromancia veio primeiro e a quirologia surgiu posteriormente para complementar esse conhecimento que originalmente era exclusivo dos iniciados que compreendiam as assinaturas cósmicas.Muitos vão encontrar nos dicionários a expressão "mancia e logia.




Parece óbvio que uma se refere ao ato de traduzir o invisível usando um método indutivo e o outro ao ato de descrever a realidade usando um método dedutivo. Podemos aqui perceber um esforço em estratificar e distinguir, mas não integrar e complementar um método ao outro.
[Photo]Na quirologia os seus pesquisadores muitas vezes repudiaram suas percepções intuitivas atendo-se apenas no método racional e cientifico, não que esse radicalismo possa ter prejudicado em absoluto essa matéria, pelo contrario muitos puderam constatar que referências assinaladas no passado precisavam de ajustes conceituais.




Mas a exclusividade desse método também limita a formação de uma abordagem holística que integre a intuição à razão.A exclusividade do método intuitivo também é comparada ao acesso do vidente às esferas celestiais e quando começa a descrever suas observações se comunica através de uma linguagem similar a dos anjos, tão incompreensível que muitas vezes o consulente sai mais confuso do que quando entrou. Porque isso ocorre?











Pelo que pude constatar ao longo de minhas pesquisas, a intuição nos passa uma certeza de algum acontecimento, mas os detalhes que podem alterar os desfecho ficam eclipsados pelo determinismo da certeza e por tanto da destinação imutável, contudo sabemos que a mutabilidade do destino é possível, até mesmo na hora mais fatídica que é a morte. A esse exemplo podemos observar o tamanho da linha da vida.




Uma consultante apresentava distinção de tamanho dessas linhas, entre a mão direita e a esquerda. A de menor tamanho encontrava-se na mão direita (a mão que revela os aspectos objetivos de sua manifestação) enquanto a linha da mão esquerda era maior e quase contornava o polegar (a mão esquerda revela os aspectos subjetivos de nossa manifestação).




Pelo método puramente racional afirma-se que a motivação vital termina ali, mas pela lógica não se pode afirmar que a vida termine nesse momento.Já pelo método puramente intuitivo afirma que a possibilidade de se empreender uma passagem desta vida para uma melhor é possível.Mas quando encontramos um consultor que pode desenvolver a integração do método, este afirma que a motivação da vida expresso pela mão direita termina em tal data, mas que os conteúdos expressos pela mão esquerda lhe facultam a possibilidade de vir a prolongar sua motivação existencial se o mesmo permitir que as informações de sua mão esquerda possam ser compreendidas e integradas a sua vida objetiva.




O fato pôde ser comprovado pelo portador da linha, quando durante a aproximação do evento este começou a apresentar perda de vitalidade e desmotivação, mas algo o fez renascer das cinzas e dar continuidade a sua existência, que no caso foram métodos terapêuticos. O seu primeiro paradigma a ser enfrentado, foi à constatação do evento, o segundo foi a aceitação de que possuíaconteúdos ainda não manifestos em sua vida e que poderia permitir-se experimentar, o terceiro foi o deixar fluir os processos evolutivos e, o quarto e o mais difícil, acreditar que tudo isso seria possível.





Ao final dessa batalha pela vida, pôde verificar que se nada fosse feito o destino imutável seria concretizado.Hoje um bom quiromante estuda tanto a quiromancia como a quirologia para que possa integrar melhor essa área do conhecimento, mas não é tarefa fácil ensinar uma pessoa a desenvolver a sua intuição, muitos podem até afirmar tratar-se de um dom, ser intuitivo, mas a prática mostra que todos nós possuímos os mesmos talentos caberá a cada um dar o melhor uso aeles.




APRENDENDO A VER O FUTURO






Quiromancia: a arte de descobrir o futuro pela leitura das mãos
A quiromancia é uma arte antiga. Conhecida como instrumento para prever o futuro, é também uma forma de autoconhecimento, sedução e diversão














Acompanhe por aqui as linhas e montes da sua mão
Foto: Shutterstock

Os mais remotos registros sobre a leitura de mãos datam de cerca de três mil anos e foram encontrados na Índia, China e no Egito. Há duas vertentes: a quiromancia, na qual se analisam as linhas e marcas nas mãos, e a quirologia, que decodifica o formato de mãos e dedos.

Com o domínio dessas técnicas, saiba mais sobre seu caráter, comportamento e estilo de vida, lendo a chamada mão ativa (aquela que você usa para escrever, geralmente a direita). Use a outra mão (passiva) como apoio, pois ela fixa as linhas de nascimento e permite a comparação dos aspectos hereditários com o que está escrito no seu destino.

Com a ajuda do quirólogo Marcello Meneses (SP), criamos um oráculo fantástico para você mesma desvenda o futuro. Estique a mão e vamos lá!

Linhas, montes, formatos e símbolos


Olhe a palma da sua mão e vamos começar a decifrá-la. São quatro as características a observar:

Linhas: estão por toda parte. Leia as principais e as secundárias seguindo as setas.

Montes: são aqueles relevos percebidos na base dos dedos, entre o polegar e o indicador, na zona inferior e nas bordas da palma. Revelam facetas de caráter e estado psicológico e físico. Quando muito desenvolvidos, acentuam as suas características, como: monte vênus (capacidade de amar, entusiasmo pela vida), marte (coragem), Lua (espiritualidade), Júpiter (ambições), saturno (razão, responsabilidade), mercúrio (comunicação) e sol (prosperidade e inclinação para as artes).

Formatos: dedos e mãos aparecem em diversos formatos, que também fornecem características da personalidade.

Símbolos: interferem de forma positiva ou negativa nas linhas e nos montes.
Linhas principais


Do coração: fala das emoções. Linha curva, em direção ao indicador, é uma mulher calorosa e expansiva; se é curva para baixo (rumo à linha da cabeça) é insegura nos relacionamentos. Quando reta, é romântica, idealista, equilibrada; funda e curta, é ciumenta, passional e protetora. Linha comprida, gosta de conquistar e ser conquistada.

Da cabeça: é a parte visível do cérebro, mostra o seu jeito de pensar. Você é criativa, feminina e não gosta de críticas se a linha é curva indo para o monte Lua. Ou é realista, prática e produtiva se ela é reta.

Da vida: indica longevidade e o percurso da vida. Curta, simboliza falta de espírito de luta; quando longa, capacidade e determinação. Bem demarcada, é qualidade de vida; quando fraca, saúde debilitada. Se tem interrupções, revela fase de mudanças.

Do trabalho: são os principais acontecimentos da nossa existência. Se nasce na linha da vida, significa sucesso obtido pelo auxílio da família, no início da carreira. Quando provém dos braceletes, é o reconhecimento profissional através do esforço próprio. Vinda do monte Lua, em curva, é uma profissional liberal. Linha até o dedo médio? Não pare de trabalhar tão cedo. Se começa do meio, terá reconhecimento profissional um pouco mais tarde. Segmentada, sugere mudanças. Linha paralela é uma segunda carreira ou atividade paralela. Se tem pausas, mostra falta de trabalho.
Observe estes símbolos com atenção



Cruz: se sobre um monte (que não Júpiter e Vênus, onde é positivo) influi negativamente. Perto de uma linha principal marca uma interrupção de um período positivo e início de uma crise.





Estrela: muito mais positiva que negativa; sinal de potencial.



Triângulo: sinal da sorte. Se estiver no monte Saturno é proteção no trabalho, se está no Júpiter é proteção espiritual no plano material. Em mercúrio, pode proteger a relação amorosa ou a saúde.


Ramificação: sinal positivo, realiza os próprios desejos.



Quadrado: se passa por linha ou monte apaga aspectos negativos. ao tocar, dá estabilidade.



Círculos: pouca vontade de mudar situações dolorosas. Na linha da cabeça, não conclui raciocínio.

Grelha: cruzamento de linhas horizontais e verticais que indicam tendências autodestrutivas.




Ilha: aparece dentro de uma linha e avisa sobre perigos ou sofrimento.



Linhas secundárias


Casamento: do dedo mínimo. O número de linhas indica momentos de ápice da relação. Se existem duas linhas, por exemplo, podem ser dois períodos com a mesma pessoa ou em dois casamentos diferentes. Quanto mais longa, mais duradoura. Uma única linha significa uma única união.

Filhos: as linhas são grudadas na vertical à linha do casamento ou a partir da dobra do dedo mínimo, sempre perto da fase propícia para engravidar. Pode ainda ser uma inclinação para adoção ou gosto por crianças.

Viagens: roteiros internacionais são indicados nas linhas horizontais que saem do monte Lua. Já as nacionais são verticais e ficam no monte Vênus. Quando é segmentada, pode ser que você vá conhecer mais de um país.

Braceletes: você pode ter um, dois ou três. Quanto mais, mais tempo viverá. As linhas dizem também que você vem de uma família nobre ou tem comportamento nobre. Somente uma quer dizer simplicidade. Se é reta, sugere que você tem uma boa imunidade.
O significado dos dedos


POLEGAR (símbolo de força de vontade): se é longo e supera a primeira falange do indicador, sugere que a pessoa tem força de vontade. Quando é muito curto, indica pouca iniciativa.

DEDO INDICADOR E ANULAR (representam ambições pessoais e espírito artístico, respectivamente): se o indicador é mais longo que o dedo anular, você é uma líder nata, valoriza bens materiais e adora novas conquistas. Se é curto, você não faz questão de ser líder, é artística, observadora e crítica.

DEDO MÉDIO (representa senso de responsabilidade): quando ele se destaca dos demais, indica que você é responsável e de confiança. Se é curto, potencializa as características dos dedos indicador ou anular, dependendo de qual é mais expressivo.

DEDO MÍNIMO (símbolo da comunicação): se chega até o início da última falange do dedo anular, você é muito otimista; curto, simboliza perspicácia e ansiedade.





Foto: Luisa Azevedo
Qual é a sua falange dominante?


O tamanho dos ossinhos dos seus dedos dizem mais do que você imagina...

FALANGE (base): você mantém os pés no chão. Do ponto de vista intelectual, valoriza as pequenas joias da vida.

FALANGINHA (meio): tem predisposição ao trabalho intelectual e grande preocupação com o prestígio social.

FALANGETA (ponta): você é decididamente espiritual e mística.





Foto: Luisa Azevedo
Como os seus dedos são alinhados?


PERFEITAMENTE ALINHADOS: você tem confiança na própria capacidade, senso de superioridade, entusiasmo e audácia.

EM FORMA DE ARCO: indica grande equilíbrio físico e mental. Tem habilidade para conquistar e ser conquistado.





Foto: Luisa Azevedo
Como é o seu polegar?


RÍGIDO: Você é honesta, trata o dinheiro com respeito e tem inclinação para ser mais conservadora. Para se soltar, é importante que faça uma atividade que desenvolva a flexibilidade, como pilates ou dança.

CURVADO: você tem jogo de cintura e facilidade para se adaptar a novas situações, mas precisa aprender a cuidar mais do dinheiro.





Foto: Luisa Azevedo
Decifre suas unhas


Comprida: você é detalhista, caprichosa e observadora.

Média: tem personalidade equilibrada.

Curta: você é prática e não gosta de nada muito complexo.

Curvada: é melhor não mantê-las, pois representam avareza e agressividade.

DICA: Volte a consultar o oráculo daqui a três meses, pois as linhas da sua mão podem mudar (e o seu destino e personalidade também!)





Danielle Reis

2 comentários:

  1. Gosto muito desse tema.. mas fiquei em dúvida porque acima fala para aprender a ver o futuro e em relação ao casamento diz que podem ser dois períodos com a mesma pessoa ou dois casamentos diferentes.. isso quer dizer durante a vida toda ou em um futuro próximo, já que as linhas podem mudar em meses?! Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, é por isso que o texto destaca as diferenças entre quirologia e quiromancia. O quiromante certamente terá essa clareza que você procura.
      Se desejar, entre em contato com nancarvalho33@hotmail.com e ela também lhe dará algumas dicas e poderá tirar-lhe outras dúvidas também.

      Excluir